null

Reabilitação e situações pós-traumáticas

TENDÕES E LIGAMENTOS
As lesões nos tendões e ligamentos do cavalo são comuns, especialmente no tendão do flexor digital superficial nos membros anteriores e nos ligamentos suspensores dos boletos nos membros posteriores. A fisioterapia é um bom coadjuvante do tratamento veterinário, permitindo uma evolução mais rápida e com maior qualidade do processo de reparação tecidular, bem como a posterior readaptação à actividade.

PROBLEMAS MUSCULARES
Os músculos são muitas vezes uma fonte silenciosa de dor no cavalo, o que se pode manifestar em resistências no trabalho, traços comportamentais ou claudicações não explicadas por outras estruturas. Cuidar dos músculos do cavalo, seja em termos de conforto, flexibilidade e desenvolvimento equilibrado de força é fundamental para o bem-estar destes animais.

Performance desportiva

No cavalo de desporto existem muitas vezes dificuldades no gesto técnico, resistências ou a sensação de falta de fluidez do movimento. Quando mais elevado for o nível, mais importante se torna a afinação de todos os movimentos e estruturas. A fisioterapia pode ser uma grande aliada neste processo através da avaliação biomecânica detalhada do animal e a intervenção nos vários factores do gesto técnico: flexibilidade, estabilidade, coordenação, força e conforto.

Prevenção de lesão e promoção da saúde

Qualquer cavalo montado está sujeito a algum grau de tensão muscular e constrangimento articular, que se tornam mais evidentes com o aumento de actividade ou com a idade do animal. A fisioterapia regular pode ter um importante papel na saúde e conforto destes animais, promovendo o seu bem-estar e a sua disponibilidade para a actividade.